Penso Então Dispenso

Penso, Então dispenso.

Posted in Uncategorized by Daniel Arthur on 12/04/2009

Penso, então dispenso
a minha obrigação de estar aqui.
Então eu corro, peço socorro
mas não há como fugir.

Então me tranco no meu canto
escondo o rosto engano o mundo.
Mas por um momento escapo e vejo a luz.
E depois tudo outra vez.

Penso, então dispenso
a minha decisão de te seguir.
Troco tudo, brigo e mudo
e acabo sem conseguir.

Então me tranco no meu canto
escondo o rosto engano o mundo.
Mas por um momento escapo e vejo a luz.
E depois tudo outra vez.

Penso, então dispenso
ter que continuar a insistir.
Mas olho vejo e não desejo
simplesmente desistir.

Então eu saio do meu canto
mostro a cara e grito tanto.
Mas parece que ninguém quer me ouvir.
E depois tudo outra vez.

Luiz E. Lepchak / Daniel P. Arthur

Anúncios

Uma resposta

Subscribe to comments with RSS.

  1. Rodrigo Chacon said, on 13/04/2009 at 12:23 PM

    Muito Boa essa Muísca. Irado o Blog pia. Parabéns ;D


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: